Agricultura Orgânica é um processo produtivo comprometido com a produção de alimentos vivos para garantir a saúde dos seres humanos, razão pela qual usa e desenvolve tecnologias apropriadas à realidade local de cada solo, topografia, clima, água, radiações e biodiversidade própria de cada contexto, mantendo a harmonia de todos esses elementos entre si e com os seres humanos. Esse modo de produção garante alimentos orgânicos saudáveis, mais saborosos e de maior durabilidade; a não utilização de agrotóxicos preserva a qualidade da água usada na irrigação e não polui o solo nem o lençol freático com substâncias químicas tóxicas; por utilizar sistemas de manejo mínimo do solo assegura a estrutura e fertilidade dos solos evitando degradações e erosões, contribuindo para a restauração da rica biodiversidade local. Por esse conjunto de fatores a Agricultura Orgânica busca a harmonia entre o meio ambiente e a produção de alimentos saudáveis.

respeito
ao trabalho
humano.

Promoção de sistemas justos e sustentáveis de produção, distribuição e consumo de alimentos, que aperfeiçoem as funções econômica, social e ambiental da agricultura regional, e priorizem o apoio institucional aos colaboradores.

características
e vantagens.

A produção busca otimizar a integração entre capacidade produtiva, uso e conservação da biodiversidade e dos demais recursos naturais, equilíbrio ecológico, eficiência econômica e justiça social.

1. Produção de alimentos saudáveis e de maior qualidade;

2. Não utilização de agrotóxicos;

3. Diversificação de alimentos cultivados;


4. Solo saudável e rico em nutrientes;


5. Sustentabilidade e baixo impacto ambiental;


6. Utilização de energias renováveis;


7. Maximização de benefícios sociais;

Alimentos orgânicos coloridos, saudáveis e saborosos!